Artigo sobre Brand Persona.

 

Para uma marca se relacionar de forma eficiente com o seu público, é muito importante que ela se comunique de forma coerente e consiga expressar os seus valores e a sua identidade. E o que determina tudo isso é a chamada Brand Persona — a personificação da marca.

A Brand Persona deve ser bem estruturada e conquistar diversos clientes pela imagem, pela postura e pelos valores que ela representa.

Para transformar sua identidade em símbolo de sucesso e desejo para seus consumidores, é imprescindível trabalhar a personificação da marca. Essa estratégia também garante maior engajamento do público; o que, consequentemente, é de grande ajuda para ampliar o seu mercado e atrair mais clientes.

Mas como a personificação da sua marca pode gerar engajamento do público? Continue lendo para aprender mais sobre esse assunto!

A personificação da marca

Muita coisa mudou nos últimos anos no mercado e nos negócios e, com isso, a forma como os clientes se relacionam com as marcas também se transformou.

Boa parcela dos consumidores não busca só comprar um produto, mas fazer parte do universo de uma marca ou comunidade relacionada a ela. Isso, de certa forma, sempre aconteceu quando a publicidade era bem executada.

Mas, com a chegada de novas mídias, como as redes sociais, boa parte das pessoas não se contenta mais em se relacionar com as marcas apenas no polo passivo, recebendo informações de anúncios em jornais e revistas, por exemplo.

O cliente moderno quer ser ouvido e também falar muito, e não se satisfaz em lidar com uma empresa que responde às suas demandas de forma burocrática, lenta e impessoal. Por outro lado, ele consegue se dar melhor com aqueles negócios que investem em uma buyer persona e fornecem um atendimento coerente.

Nesse contexto, torna-se fundamental que os clientes se identifiquem com a sua assinatura no mercado. E é aí que entra em cena a estratégia de personificação da marca. Criar uma individualidade e deixar a sua marca tão próxima quanto possível de seus clientes. Portanto, a Brand Persona definida deve ser a melhor para se comunicar com o público-alvo.

A personificação permite que o público-alvo encontre na sua marca um comportamento, uma atitude. É importante entender que são esses os fatores que fazem com um cliente se conecte com a empresa. A marca, assim, deve representar muito mais do que uma mera identificação visual da empresa ou de um produto.

identidade visual faz com o que o público distinga a empresa e se afeiçoe às suas cores, ao seu design e aos outros elementos imagéticos – e o fator estético de uma marca pode até servir para a atração. Mas um cliente só é fidelizado quando encontra valores nessa empresa. E a Brand Persona permite estabelecer relacionamentos mais sólidos com o seu target.

O engajamento do público

O engajamento acontece quando o público se sente mais à vontade para comentar, expor suas opiniões e compartilhar os assuntos e publicações feitas em seus canais de relacionamento e divulgação.

Como uma marca pode despertar no consumidor o desejo de se comunicar?

Quando existe uma personificação de marca, o público passa a ver sua identidade com outros olhos. Não é mais apenas uma empresa vendendo produtos: é uma personalidade singular, com a qual se estabelecem relações e hábitos. Ao sentir que a marca tem muito mais a oferecer do que apenas produtos e serviços, sua audiência fica mais estimulada a interagir.

Essa marca personificada se comunica de forma muito mais íntima com o público. Os clientes naturalmente sabem que é uma empresa do outro lado, mas eles sentem uma proximidade e empatia maior com o negócio quando ele se comporta de acordo com uma personalidade coerente e que saiba conversar na mesma linguagem que eles.

A questão aqui não é apenas criar uma personalidade e incorporá-la à marca. É essencial alimentar as emoções e a relação com os seus clientes.

A construção de uma marca coerente

Uma Brand Persona é parte fundamental da estratégia de uma empresa. Quando uma marca é personificada, ela deve ser a representação fiel dos valores e da missão de uma organização. A marca é a expressão máxima de um negócio, portanto, para que ela seja eficaz em sua missão de engajar e conquistar o público, ela precisa ser coerente com aquilo que a empresa defende.

Além disso, é muito importante que, uma vez determinada, a identidade de uma marca seja respeitada em todos os canais em que ela se comunique com seus clientes. Não adianta desenvolver uma excelente Brand Persona se ela só for utilizada nas redes sociais, deixando para os atendimentos telefônicos de pós-vendas, por exemplo, um tom impessoal e genérico.

É preciso alinhar as definições da Brand Persona em todos os setores da empresa, para que ela seja construída e exercitada com coerência em uma proposta eficiente.

As técnicas para elaborar a Brand Persona

Atitude é uma das formas mais completas de definir uma pessoa e a maneira como ela se relaciona com o mundo – e isso vale também para uma Brand Persona. Ao personificar uma marca, é necessário imaginá-la como uma pessoa real, com anseios, desejos, personalidade e atitude.

O primeiro passo para a criação de uma Brand Persona é a identificação da essência da marca: quais são os seus valores que formam os pilares da empresa e o qual a imagem que ela quer projetar para os seus consumidores. Isso vai ser a “espinha dorsal” da atitude dessa marca.

Uma vez que esteja definido tudo que é importante para a marca, é hora de desenhar a personificação. Descrever atitude e também a linguagem, e muitas vezes criar uma pequena biografia são técnicas interessantes que ajudam as pessoas que vão usar a brand persona a compreender quem ela é – e a se colocar no lugar dela na hora de definir como a marca se expressa.

Sobre a criação personagens

Um personagem pode dar voz e corpo a uma marca. Entretanto, é importante atentar-se para o fato de que Brand Persona e personagem são ideias bem diferentes. A Brand Persona não se materializa, necessariamente, como uma “pessoa”. Ela é a alma, o jeito de ser da sua marca; um personagem (ou porta-voz, ou mascote) é um representante material dela.

A utilização do storytelling

As histórias sempre conectaram pessoas em qualquer lugar do mundo. Com o branding não é diferente: sua marca precisa fazer parte da própria história dos seus clientes e, para isso, é estratégico criar vínculos a partir de estímulos emocionais.

Pode-se fazer isso ao criar e comentar histórias relevantes para o público-alvo, utilizando temas e acontecimentos que comovem e instigam mais a sua empatia. Isso faz com que as pessoas se sintam parte do universo mostrado, gerando engajamento do público, devido ao fato de a empresa se conectar aos seus sentimentos.

Mas lembre-se sempre de construir histórias que fortaleçam a imagem e sejam condizentes com a Brand Persona. Nunca deixe um roteiro solto, que não faça sentido com a atitude e as opiniões da sua marca, ou que não esteja conectado com as características levantadas durante o planejamento.

O foco no seu público

Para gerar o engajamento do público com a personificação da sua marca, é imprescindível que você conheça muito bem as pessoas com quem deseja se comunicar. Não basta definir um perfil. Deve-se acompanhar o desenvolvimento de todo o relacionamento com seus clientes.

Uma Brand Persona conversa com os seus consumidores. Para que esse diálogo transcorra bem e os objetivos sejam alcançados, certifique-se que essa personalidade da marca consiga proporcionar um diálogo com conteúdo interessante para esses clientes.

É fundamental analisar periodicamente o comportamento do seu público e, principalmente, monitorar o vínculo da sua organização com essas pessoas.

Com uma forma eficiente de se coletar dados, você consegue entender se a Brand Persona está sendo bem-sucedida em sua missão de atrair os clientes certos para um negócio.

Como está a sua personificação da marca? Quer ter sempre ajuda e dicas importantes sobre a sua Brand Persona? Assine nossa newsletter e receba as últimas novidades diretamente em seu e-mail!

Baixe nosso e-book sobre Brand Persona

Brand Persona: Como a personificação da marca gera engajamento?

Categoria: Estratégia
0
2090 visualizações

Faça um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *