Papel na mão e nenhuma ideia na cabeça. Tem horas que o texto ou a peça não sai de jeito nenhum: falta inspiração, falta ideia, falta vontade de escrever, mas vai chegando a deadline e o trabalho precisa ser feito. E agora? Perguntamos aos criativos da Bolt: o que fazer quando vem o bloqueio?

1.Pesquisar sobre o assunto

Ler sobre o que você vai escrever ou procurar referências visuais sobre a peça ajuda (e muito!) no processo criativo. Não que você vá copiar as referências que achou, mas pesquisar ajuda a focar no tema, pensar sobre o que quer criar e muitas vezes é associando referências que aparece uma ideia única e genial!

2.Café!

Uma pausa para o café pode ser o que você precisa! Além de dar energia para trabalhar, tirar a cara do computador um pouco pode ajudar a arejar a cabeça (e assim dar espaço para as ideias surgirem).

3.Alongar

Ok, pode parecer esquisito, mas ajuda! Alongando você mexe o corpo, relaxa e sai da ansiedade que pode estar causando o bloqueio.

4. Música

Uma boa playlist é tudo! Pode fazer maravilhas na sua criatividade e concentração.

Pedimos a todo mundo na Bolt para contar quais as músicas que ajudam na hora do bloqueio, e o resultado é uma playlist bem diversa para estimular sua criatividade:

5. Continue escrevendo

Tem hora que não adianta. A deadline vai chegando e você tem que fazer. E se é um texto, comece a escrever mesmo sem inspiração e mesmo que esteja ruim, continue! Uma hora você vai pegando o ritmo, editando, mudando e acaba chegando a um resultado ótimo 🙂

E, lembrando:

Sócio fundador e CEO da Bolt Brasil, atuando como Diretor de Criação, graduado em Design Gráfico pela Universidade Estadual de Minas Gerais, pós-graduado em Gestão Estratégica em Marketing pela PUC-MG. Premiado em inúmeros festivais brasileiros (Bienal de Design Gráfico – ADG, Clube de Criação de São Paulo, Clube de Criação de Minas Gerais, Prêmio About de Comunicação Integrada, Prêmio MMOnline – MSN) e internacionais (Festival Internacional de Cannes, Festival Internacional de Londres, One Show Interactive – Nova York). Criou e coordenou o Quinta Digital por 3 anos, que já passou pelas cidades de Uberlândia, Juiz de Fora, Divinópolis e João Pessoa-PB. Foi professor de Direção de Arte no curso de Comunicação Digital e Hipermídia da UNI-BH por 2 anos e palestrante em diversos eventos. Atualmente é professor da disciplina Mobilidade e Produção de Sentido no MBA em Comunicação e Marketing do IEC – Puc Minas, professor da disciplina Dinâmica das Agências Digitais na Pós-graduação UNA, Presidente da ABRADi-MG (Associação Brasileira de Agentes Digitais – Minas Gerais) e Diretor da ABRADI Nacional (Associação Brasileira de Agentes Digitais).

Cinco dicas para driblar o bloqueio criativo

Alexandre Estanislau

Sócio fundador e CEO da Bolt Brasil, atuando como Diretor de Criação, graduado em Design Gráfico pela Universidade Estadual de Minas Gerais, pós-graduado em Gestão Estratégica em Marketing pela PUC-MG. Premiado em inúmeros festivais brasileiros (Bienal de Design Gráfico – ADG, Clube de Criação de São Paulo, Clube de Criação de Minas Gerais, Prêmio About de Comunicação Integrada, Prêmio MMOnline – MSN) e internacionais (Festival Internacional de Cannes, Festival Internacional de Londres, One Show Interactive – Nova York). Criou e coordenou o Quinta Digital por 3 anos, que já passou pelas cidades de Uberlândia, Juiz de Fora, Divinópolis e João Pessoa-PB. Foi professor de Direção de Arte no curso de Comunicação Digital e Hipermídia da UNI-BH por 2 anos e palestrante em diversos eventos. Atualmente é professor da disciplina Mobilidade e Produção de Sentido no MBA em Comunicação e Marketing do IEC – Puc Minas, professor da disciplina Dinâmica das Agências Digitais na Pós-graduação UNA, Presidente da ABRADi-MG (Associação Brasileira de Agentes Digitais – Minas Gerais) e Diretor da ABRADI Nacional (Associação Brasileira de Agentes Digitais).

Categoria: Criatividade
0
2613 visualizações

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *