Voce precisa entender que o roteiro e a alma da apresentacao corporativa

Muita gente abre um programa no computador sem antes elaborar o roteiro de apresentação corporativa. Acontece que não dá para construir argumentos bem fundamentados sem estruturar suas ideias.

Se as ideias forem expostas de qualquer jeito, a tendência é que as pessoas percam o interesse em assistir. Imagine como seria constrangedor se a plateia preferir olhar para o celular ao prestar atenção no que você tem a dizer? Horrível, não é mesmo?

Pois é! Não basta transmitir uma informação. É preciso saber o jeito certo de fazer acontecer. Por isso, hoje nós vamos falar sobre a importância do roteiro, o que ele deve ter como qualidade e as melhores práticas para você elaborar o seu e arrasar! Leia com atenção:

Saiba por que você deve se importar com o roteiro

Se você pretende criar uma apresentação de alto impacto, vai precisar usar e abusar da objetividade — um recurso indispensável. Para que isso seja viável, é fundamental organizar a estrutura dos tópicos, destacar os pontos mais importantes, tirar excessos e cronometrar o tempo da fala, ou seja: planejar muito.

O roteiro é o esqueleto do projeto que define os assuntos que serão abordados, a ordem em que eles entram na história e sua relevância no desfecho. Assim, as ideias ficam mais encadeadas, articuladas e atraentes para o público.

Ter uma argumentação enxuta e cativante é uma das maiores vantagens de dedicar tempo na construção dessa estrutura. Dessa forma, tempo e dinheiro não são desperdiçados e o seu foco é mantido do início ao fim.

Entenda o que determina a qualidade do roteiro de apresentação corporativa

Não existe um formato padrão de roteiro que sirva para todas as ocasiões. No entanto, independentemente da situação, alguns detalhes são determinantes para o sucesso de uma apresentação. Confira:

Personalização

Os melhores roteiros são aqueles que foram adaptados ao perfil do público-alvo. Por isso, conheça a sua plateia com antecedência para ter condições de construir um diálogo totalmente voltado para ela.

Recursos visuais

Quanto menos textos e mais imagens o seu arquivo tiver, melhor. Na hora de montar o roteiro, pense nos recursos visuais mais interessantes que serão utilizados para complementar o seu discurso.

Minimalismo

Evite colocar mais de 75 palavras por slide. Também é recomendável usar frases curtas para facilitar a compreensão. Lembre-se de que o recurso visual é apenas um apoio para a sua abordagem.

Storytelling

Um roteiro que possui um bom fio narrativo facilita a compreensão e, ao mesmo tempo, ajuda na retenção do conteúdo. Conte uma história que provoque empatia no seu público e ninguém vai perceber o tempo passar.

Conheça as melhores práticas para elaborar o roteiro ideal

Agora que você já tem uma ideia do que um roteiro precisa para ser bom, confira o que mais pode ser feito para ele se tornar incrível:

Faça um levantamento de informações

Antes de criar slides, é importante responder a algumas perguntas a respeito do público. Por exemplo: Quem vai assistir à apresentação? Qual o nível de conhecimento dessas pessoas acerca dos temas?

Também é interessante pensar no propósito do discurso. Que tipo de reflexão você quer que a sua audiência tenha? Mapear todas essas informações ajuda a gerenciar melhor a curva de atenção da plateia.

Não extrapole o tempo da apresentação

Há alguns anos, o tempo médio de uma palestra era de uma hora e trinta minutos. Quando a famosa conferência TED padronizou as falas para 18 minutos, muitos acharam estranho. Acontece que esse método realmente funciona.

Esse período é o tempo ideal para mostrar os principais pontos de uma tese sem cansar o espectador. Afinal, o cérebro humano gasta energia com o trabalho de milhares de neurônios a cada informação que recebe.

Segundo Chris Anderson, curador do evento, o espaço é longo suficiente para manter-se sério e curto o bastante para reter a atenção da plateia. Exemplo disso é o discurso de Steve Jobs na Universidade de Stanford, que foi feito em apenas 15 minutos e viralizou nas redes sociais.

No entanto, não entenda isso como uma regra inquebrável. Se acontecer de você precisar preencher uma hora de apresentação, crie um recurso marcante para revigorar o seu discurso a cada 18 minutos, por exemplo.

Foque na solução do problema

Geralmente, as pessoas têm muitas expectativas em ouvir soluções inteligentes para os questionamentos abordados. Você possui esses resultados? Se sim, use isso a seu favor! O ideal é começar com a menção de uma determinada dor e listar as consequências causadas por esse transtorno.

Depois, crie uma expectativa com a promessa da solução e mostre por que a sua opção é o melhor caminho. Assim, você dramatiza o problema, transformando-o em um vilão. Quanto mais forte é o vilão, mais heroicas serão as suas ideias!

Construa uma mensagem de valor

Poucos se dedicam a cumprir essa etapa, o que é lamentável. Uma mensagem de valor é aquela que vai fazer o público refletir por dias, semanas ou, até mesmo, anos. Esse método é muito usado por especialistas e pode ser trabalhado de diferentes maneiras.

Por exemplo, é possível encontrar algo relevante se você focar nos problemas mais comuns que as pessoas têm, nos desafios ou nas áreas de oportunidade dos ouvintes. Para ser memorável, tem que fazer sentido para eles, não para você.

É muito comum alguém que foi questionado sobre o objetivo da apresentação responder que vai falar sobre o tema X. Acontece que uma coisa não tem nada a ver com a outra. O objetivo é falar sobre tal assunto para obter leads, angariar fundos, gerar conscientização, atrair clientes, etc.

Ou seja, o mínimo que você pode fazer para transmitir uma mensagem de valor é focar nos objetivos e ter um roteiro bem organizado.

Conte com a parceria de uma agência

Na Bolt, elaboramos o seu roteiro dentro de conceitos fortes e amarrações bem definidas. Estudamos o tom e a estrutura narrativa ideais para você se manter conectado com a sua audiência.

Para uma performance bem-sucedida, trabalhamos de forma integrada com as produtoras para que a sua apresentação converse com o ambiente, o espaço, o projeto cenográfico. Também oferecemos suporte técnico e apoio nas adaptações necessárias dentro dos eventos, in loco.

Usamos diferentes ferramentas (PowerPoint, Keynote, Prezi, entre outras), bem como imagens que ativam a percepção, grafismos que conduzem a fluidez de cada slide, infográficos que sustentam os dados e recursos de animação. Tudo isso para que a sua performance seja admirável.

Como você viu, o roteiro é extremamente importante para o sucesso do seu discurso. Afinal, para ser minimalista, objetivo e direto é preciso elaborar uma estrutura capaz de sustentar os pontos mais relevantes da sua tese sem cansar a plateia.

Criamos o roteiro de apresentação corporativa que você precisa para impactar positivamente o seu público. Que tal entrar em contato conosco agora mesmo?

Sócio fundador e CEO da Bolt Brasil, atuando como Diretor de Criação, graduado em Design Gráfico pela Universidade Estadual de Minas Gerais, pós-graduado em Gestão Estratégica em Marketing pela PUC-MG. Premiado em inúmeros festivais brasileiros (Bienal de Design Gráfico – ADG, Clube de Criação de São Paulo, Clube de Criação de Minas Gerais, Prêmio About de Comunicação Integrada, Prêmio MMOnline – MSN) e internacionais (Festival Internacional de Cannes, Festival Internacional de Londres, One Show Interactive – Nova York). Criou e coordenou o Quinta Digital por 3 anos, que já passou pelas cidades de Uberlândia, Juiz de Fora, Divinópolis e João Pessoa-PB. Foi professor de Direção de Arte no curso de Comunicação Digital e Hipermídia da UNI-BH por 2 anos e palestrante em diversos eventos. Atualmente é professor da disciplina Mobilidade e Produção de Sentido no MBA em Comunicação e Marketing do IEC – Puc Minas, professor da disciplina Dinâmica das Agências Digitais na Pós-graduação UNA, Presidente da ABRADi-MG (Associação Brasileira de Agentes Digitais – Minas Gerais) e Diretor da ABRADI Nacional (Associação Brasileira de Agentes Digitais).

Você precisa entender que o roteiro é a alma da apresentação corporativa!

Alexandre Estanislau

Sócio fundador e CEO da Bolt Brasil, atuando como Diretor de Criação, graduado em Design Gráfico pela Universidade Estadual de Minas Gerais, pós-graduado em Gestão Estratégica em Marketing pela PUC-MG. Premiado em inúmeros festivais brasileiros (Bienal de Design Gráfico – ADG, Clube de Criação de São Paulo, Clube de Criação de Minas Gerais, Prêmio About de Comunicação Integrada, Prêmio MMOnline – MSN) e internacionais (Festival Internacional de Cannes, Festival Internacional de Londres, One Show Interactive – Nova York). Criou e coordenou o Quinta Digital por 3 anos, que já passou pelas cidades de Uberlândia, Juiz de Fora, Divinópolis e João Pessoa-PB. Foi professor de Direção de Arte no curso de Comunicação Digital e Hipermídia da UNI-BH por 2 anos e palestrante em diversos eventos. Atualmente é professor da disciplina Mobilidade e Produção de Sentido no MBA em Comunicação e Marketing do IEC – Puc Minas, professor da disciplina Dinâmica das Agências Digitais na Pós-graduação UNA, Presidente da ABRADi-MG (Associação Brasileira de Agentes Digitais – Minas Gerais) e Diretor da ABRADI Nacional (Associação Brasileira de Agentes Digitais).

Categoria: Apresentações Corporativas
3
975 visualizações

3 comentários

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *